quarta-feira, outubro 21, 2009

Coisa, coisinha

A quem possa interessar: Eu sempre vi características humanas em objetos.
Como se suas formas ditadas por nós fossem perfeitamente vivas, pudessem ter sentimentos, falar, andar, nos observar em sua aparente quietude. Eu enxergo claramente a dor que suas quedas ao chão trazem, o quão cegos ficam quando o sol está em suas vistas, que o frio os aproxima para que compartilhem calor.
Quem sabe eles até me entendam, já está cheio de pessoas que não me entendem esse mundo.
Os instintos mais básicos são facilmente encontrados. Após algum tempo, a própria personalidade também pode ser descrita, baseada no modo de interação com o ambiente ao redor.
A quem possa interessar: Quem sabe eu mesma também não seja um objeto?

5 comentários:

  1. Fláa, você escreve MUITO bem MESMO. sou sua fã \o/ hahahaha (:

    ResponderExcluir
  2. Interessante, um quê de "Matrix" no ar....

    Eu gostei!

    Fusco

    ResponderExcluir
  3. 3 apesar de não ter completamente compreendido

    ResponderExcluir
  4. um ser que é objeto, ou u objeto que é um ser?

    ResponderExcluir

Espaço abaixo: Pra quem leu o post e tem qualquer coisa a dizer. Deixe também o email ou site.